Informações sobre a Paróquia

Arquidiocese de Santa Maria de Belém do Grão Pará
Paróquia Nossa Senhora de Fátima - Santuário de Fátima
CNPJ: 02.537.502/0001-81

Endereço: Rua Antonio Barreto, 2167 - Fatima
CEP: 6606-020 (Belém/PA - Brasil)
Email: santuariodefatimaf.belem@gmail.com
Telefones: (91) 3228-0864 / (91) 3226-0503

Horário de funcionamento para atendimento ao público
De Segunda a Sexta: 8h00 às 12h00 / 14h00 às 18h00
Sábado: 8h00 às 12h00

Santa Missa
Domingo: 6h45, 8h30, 17h30 e 19h30
Segunda a Sexta: 18h30
Sábado: 17h30

Pároco: Mons. Raimundo Possidônio Carrera da Mata
Vigário: Pe. Márcio José Sousa Motta

Páginas

█║▌│█│║▌║││█║▌║▌│║▌│█

© BlOG OFICIAL ®

CONVITE - JANTAR

Jantar dedicado às mães
# Festividade de Fátima 2013

Data: 10 de maio - Sexta feira

Hora: A partir das 20h00

Local: Fátima Recepções & Eventos

Valor da cartela: R$ 30,00

Cardápio: Filé, Camarão ou Peru

Atração musical: Ivana e kassio


Visitantes pelo mundo

AVISOS PAROQUIAIS

TERÇO DE RUA (CONTINUAÇÃO)
Dias: 27 e 28 de abril de 2013 - Sábado/Domingo
Hora: 19h30
Locais: Setores de Missão V e VI


SANTA MISSA E RETORNO DAS IMAGENS DE N. SRA. DE FÁTIMA - PEREGRINAÇÕES NAS FAMÍLIAS
Dia: 28 de abril de 2013 - Domingo
Hora: 17h30
Local: Santuário de Fátima


CELEBRAÇÕES PENITENCIAIS
Dias: 29 e 30 de abril de 2013 - Segunda/Terça
Hora: De 18h30 às 21h30
Local: Santuário de Fátima


FESTIVIDADE DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA 2013
DE 01 A 13 DE MAIO
"No ano da Fé: Quereis oferecer-vos a Deus?"

Cerimônia de Abertura dos festejos - 01 de maio
-17h00: Hasteamento das bandeiras do Brasil, Pará e Portugal na Praça do Santuário

-17h30: Procissão de Abertura

-19h00 (Aprox.): Santa Missa Solene presidida por Dom Vicente Zico, Arcebispo Emérito de Belém/PA.






Fonte: Calendário Paroquial 2013

Liturgia Diária - Leituras Bíblicas

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Conversa com o meu povo: Dom Alberto Taveira - Testemunhas da Caridade

Jornal Voz de Nazaré - Edição de 22 a 28 de julho de 2011


Corria o século III, durante uma das grandes perseguições que marcaram a história da Igreja, sob o Imperador Valeriano, no ano 258.

São Lourenço, como primeiro dos Diáconos, tinha grande amizade com o Papa São Sisto II. Vendo o Papa e outros seus irmãos diáconos levados ao martírio, exclamou diante do povo: "Ó pai, aonde vais sem o teu filho? Tu que jamais ofereceste o sacrifício sem a assistência do teu Diácono, vais agora sem ele para o martírio?". E o Papa respondeu: "Mais uns dias e te aguarda uma coroa mais bonita!" Lourenço era responsável pela administração dos bens e o prefeito local exigiu-lhe os tesouros da Igreja. O santo Diácono pediu um prazo, o suficiente para reunir os órfãos, os cegos, os coxos, as viúvas, os idosos, todos os que a Igreja socorria. Com bom humor apresentou-lhes à autoridade civil: "Eis aqui os nossos tesouros, que nunca diminuem, e podem ser encontrados em toda parte". Sentindo-se enganado, o prefeito sujeitou o santo a diversos tormentos, até colocá-lo sobre um braseiro ardente. São Leão Magno assim comentava seu martírio: "As chamas não puderam vencer a caridade de Cristo; e o fogo que queimava por fora foi mais fraco do que aquele que lhe ardia por dentro".

À Igreja de Cristo foi concedida a graça, segundo as circunstâncias de cada época histórica, de ser no mundo guardiã e testemunha da caridade. Já nos Atos dos Apóstolos, uma das características das primeiras comunidades era a partilha e a comunhão dos bens. O Apóstolo São Paulo organizou a primeira coleta em favor da Comunidade de Jerusalém, envolvendo nela as demais Comunidades. E foram muitos os santos e santas que brilharam como mestres e exemplos do serviço aos mais pobres e sofredores. Há alguns dias celebrou-se a memória de São Camilo de Lellis, considerado padroeiro dos doentes e dos profissionais da saúde.

Muitos outros expressaram em gestos concretos a convicção da presença de Cristo nos mais sofredores, indo ao encontro de todos. Junto com tantas outras obras de caridade da Arquidiocese de Belém, resplandece o conjunto de atenção à saúde hoje confiado à Congregação dos Pobres Servos da Divina Providência, em Marituba, visitado pelo Beato João Paulo II, no ano de 1980. Ali, o tesouro da Igreja, representado pelos hansenianos, tornou-se referência para a atenção à saúde, onde, ao lado deles muitos outros enfermos são tratados com a dignidade que lhes é própria. Vale a pena comprometer-se com esta e outras ações de promoção humana e de resgate de pessoas e famílias. Entre nós, a Cáritas Arquidiocesana de Belém, com seus diversos núcleos, quer testemunhar as ações caritativas e envolver a todos em sua prática.

A Arquidiocese de Belém e a Diocese de Castanhal acolheram nestes dias a realização da reunião anual do Conselho Administrativo da Fundação Populorum Progressio, do qual faço parte desde 1998, testemunhando em diversos países e situações a presença caritativa da Igreja Católica. Querida por Paulo VI, constituída pelo Beato João Paulo II e conduzida hoje pelo atual sucessor de Pedro, Bento XVI, a Fundação é uma das expressões do Pontifício Conselho "Cor Unum", presidido pelo Cardeal Robert Sarah, originário da Guiné Conakry, que nos visitou junto com outros membros do mesmo Conselho. Foram estudados duzentos e dezesseis projetos de assistência social, promoção humana e desenvolvimento, aos quais a Igreja quer responder de forma concreta. Uma das fontes para a aplicação em tais projetos é a coleta realizada cada ano, Óbolo de São Pedro, na festa a ele dedicada.

Existe também a "Fundação João Paulo II para o Sahel", criada por João Paulo II após sua primeira visita à África, quando pode constatar de perto a "tragédia" da qual são vítimas as pessoas afetadas pela seca e pela desertificação. O Sahel é a região da África situada entre o deserto do Saara e as terras mais férteis ao sul daquele continente.

"Cor Unum" é o organismo do Vaticano encarregado da caridade. Além dos projetos que chegam às Fundações Populorum Progressio e Sahel, atende anualmente cerca de sessenta situações de urgência e emergência, como terremotos, enchentes e outras que gritam pela resposta da caridade, na qual cabe aos cristãos dar o primeiro passo.

Buscando a pérola preciosa do Reino e encontrando nele o tesouro precioso (Mt 13, 44-52), os cristãos hão de ser no mundo testemunhas ardentes do amor a Deus e ao próximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nossa Área de Jurisdição Paroquial

Nossa Área de Jurisdição Paroquial

Nosso Sistema

Nosso Sistema

Seja Dizimista de nossa Paróquia!

Seja Dizimista de nossa Paróquia!