Informações sobre a Paróquia

Arquidiocese de Santa Maria de Belém do Grão Pará
Paróquia Nossa Senhora de Fátima - Santuário de Fátima
CNPJ: 02.537.502/0001-81

Endereço: Rua Antonio Barreto, 2167 - Fatima
CEP: 6606-020 (Belém/PA - Brasil)
Email: santuariodefatimaf.belem@gmail.com
Telefones: (91) 3228-0864 / (91) 3226-0503

Horário de funcionamento para atendimento ao público
De Segunda a Sexta: 8h00 às 12h00 / 14h00 às 18h00
Sábado: 8h00 às 12h00

Santa Missa
Domingo: 6h45, 8h30, 17h30 e 19h30
Segunda a Sexta: 18h30
Sábado: 17h30

Pároco: Mons. Raimundo Possidônio Carrera da Mata
Vigário: Pe. Márcio José Sousa Motta

Páginas

█║▌│█│║▌║││█║▌║▌│║▌│█

© BlOG OFICIAL ®

CONVITE - JANTAR

Jantar dedicado às mães
# Festividade de Fátima 2013

Data: 10 de maio - Sexta feira

Hora: A partir das 20h00

Local: Fátima Recepções & Eventos

Valor da cartela: R$ 30,00

Cardápio: Filé, Camarão ou Peru

Atração musical: Ivana e kassio


Visitantes pelo mundo

AVISOS PAROQUIAIS

TERÇO DE RUA (CONTINUAÇÃO)
Dias: 27 e 28 de abril de 2013 - Sábado/Domingo
Hora: 19h30
Locais: Setores de Missão V e VI


SANTA MISSA E RETORNO DAS IMAGENS DE N. SRA. DE FÁTIMA - PEREGRINAÇÕES NAS FAMÍLIAS
Dia: 28 de abril de 2013 - Domingo
Hora: 17h30
Local: Santuário de Fátima


CELEBRAÇÕES PENITENCIAIS
Dias: 29 e 30 de abril de 2013 - Segunda/Terça
Hora: De 18h30 às 21h30
Local: Santuário de Fátima


FESTIVIDADE DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA 2013
DE 01 A 13 DE MAIO
"No ano da Fé: Quereis oferecer-vos a Deus?"

Cerimônia de Abertura dos festejos - 01 de maio
-17h00: Hasteamento das bandeiras do Brasil, Pará e Portugal na Praça do Santuário

-17h30: Procissão de Abertura

-19h00 (Aprox.): Santa Missa Solene presidida por Dom Vicente Zico, Arcebispo Emérito de Belém/PA.






Fonte: Calendário Paroquial 2013

Liturgia Diária - Leituras Bíblicas

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Homilia da festa de Santa Maria Goretti (06/07/2011)

20º aniversário de ordenação episcopal de Dom Alberto Taveira Corrêa e ordenação presbiteral de dez diáconos diocesanos


Dom Alberto Taveira Corrêa
ARCEBISPO METROPOLITANO DE BELÉM DO PARÁ



Irmãos e irmãs reunidos em nossa Sé Catedral, expressão da unidade do Povo de Deus na Arquidiocese de Belém. O Senhor nos concede a graça de estarmos juntos, Bispos, Presbíteros, Diáconos, Religiosos e Religiosas, pessoas consagradas a Deus, seminaristas e a magnífica representação de nossas Paróquias. Aqui estamos porque Deus nos ama e nos acolhe, filhos ao redor da mesa da Palavra e da Eucaristia.

A diversidade de vocações, estados de vida e ministérios no jardim da Igreja está aqui presente. Acolhamos com docilidade o convite do Apóstolo São Paulo, proclamado há pouco: sejamos solícitos em guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz. Há um só corpo e um só Espírito, como também é uma só a esperança à qual fostes chamados. Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo, um só Deus e Pai de todos, acima de todos, no meio de todos e em todos. A cada um de nós foi dada a graça conforme a medida do dom de Cristo. Ele capacitou os santos para a obra do ministério, para a edificação do Corpo de Cristo, até chegarmos, todos juntos, à unidade na fé e no conhecimento do Filho de Deus, ao estado de adultos, à estatura do Cristo em sua plenitude (Cf. Ef 4, 1-13). Nesta Eucaristia, peço ao Senhor a graça da renovação dos compromissos de consagração e entrega, especialmente dos ministros ordenados, bispos, presbíteros e diáconos aqui presentes. Que nos convertamos cada dia mais à graça da unidade, para que Jesus esteja em nosso meio e todos cheguem à fé.

São Paulo, na mesma Carta aos Efésios, admirado com a graça que lhe foi concedida, exclamava exultante: "a mim, o menor de todos, foi dada esta graça: anunciar a todos o evangelho das riquezas insondáveis de Cristo". A gratuidade de seu amor tocou, com a vocação ao Episcopado, este servo que lhes dirige a palavra. Há vinte anos tenho a ousadia de penetrar, como Bispo, nos átrios do Senhor. Diante dele, com muita serenidade, renovo o meu sim e meus propósitos de fidelidade, pedindo a todos que continuem sustentando meu ministério com suas orações, para que eu seja fiel à missão apostólica confiada à minha fraqueza e cada dia realize melhor entre todos a imagem do Cristo Sacerdote, Bom Pastor, Mestre e Servo de todos.

Deus escolheu, em seu insondável desígnio, dez irmãos nossos que hoje são apresentados para serem ordenados padres. Cada um deles experimentou a graça do chamado. Todos passaram pelo discernimento dos apelos de Deus, responderam generosamente e aqui estão, prontos a dar tudo de si mesmos. Padre, quem é você? Tudo e nada! Na medida em que cada um se esvazia de si, deixará que Cristo Cabeça atue através de seu ministério. Você será tudo em Cristo e sem Ele nada pode fazer! O padre é alguma coisa na relação com Cristo. Vocês dez escolheram ser sinais do Senhor, oferecendo-lhe coração, voz, gestos, tudo, tudo, para que o mundo conheça Jesus Cristo, a boa nova seja anunciada, o Reino de Deus se espalhe, a Igreja cresça e realize sua missão. Tomem conhecimento de que a terra da vida em que vocês pisam é sagrada. Tirem as sandálias do orgulho, da vaidade, das pretensões humanas, reconheçam que pela vida afora não se pertencem mais. Não há dia sem ser padre, não existam sentimentos que não sejam do homem que foi feito padre. Quebrem as pontes, desfaçam todos os laços com quaisquer outras perspectivas de vida. Não sejam padres pela metade, aceitem ser radicalmente padres, radicalmente santos. Sejam padres segundo o Coração de Jesus.

* O SERVIÇO DO ALTAR: caminhando do Altar para as outras dimensões do ministério que hoje lhes é confiado pelo Sacramento da Ordem, proponho-lhes, diante do povo de Deus que testemunha o acontecimento da graça, indicações para sua vida sacerdotal. Desde a primeira Eucaristia, vocês se alimentaram do Corpo e do Sangue do Senhor, Pão da Vida dado para a vida do mundo. Deixem-se consumir com Cristo e por Cristo. O mundo tem direito a esperar que vocês desapareçam, como experimentou um dia Santa Teresinha, a fim de que sobre somente Jesus. Sejam Eucaristia para o mundo. Vivam de tal modo a missa diária - nenhum dia sem missa! - que vocês passem pelas ruas como procissões vivas. Quem gastar o tempo, a palavra e os esforços de vocês receba apenas Cristo. Vivam de tal modo e se deixem reevangelizar continuamente de modo que as pessoas encontrem Jesus em vocês. Um médico agnóstico, depois de visitar a pequena cidade de Ars, na França, perguntado sobre o que ali encontrou, respondeu prontamente: "Eu vi Deus num homem!" Diga-se o mesmo sobre vocês, padres que serão hoje ordenados.

* O MINISTÉRIO DA PALAVRA: muitas pessoas se escandalizaram com as palavras de Jesus no discurso sobre o Pão da Vida. Diante da debandada de tantos, Pedro, provocado pela pergunta de Jesus, respondeu com firmeza: "A quem iremos? Só tu tens palavras de vida eterna!" Não tenham medo de oferecer o Evangelho todo. Não pretendam adocicar a mensagem cristã. Dêem Deus aos outros, pois a obra de conversão das pessoas só pode ser feita por ele. Vocês não podem penetrar nos recônditos da consciência dos outros. Confiem na graça, oferecendo o que possuem de melhor, o Evangelho.

* A CARIDADE Passem pelas ruas e praças, pelas baixadas e ilhas, pelas casas e pelos palácios, por palafitas, rios e mar, recolhendo tudo. Sejam homens consagrados que amem a todos, vejam em todos irmãos e irmãs. Sejam homens de caridade arraigada, fazendo-se tudo para todos, para ganharem para Cristo o maior número possível. Quando retornarem cada dia ao Altar, a patena e o cálice estejam santamente pesados da vida das pessoas, às quais deverão levar reconciliação e ânimo, sendo pastores apaixonados pela vida, olhando sempre para o Bom Pastor, o único que recolhe as dispersas e machucadas. Vocês são sacramento da caridade do Bom Pastor.

* SANTIDADE: Confio o ministério dos novos padres à proteção de Santa Maria Goretti. Eis as palavras do Papa Pio XII, em sua canonização: "Nem todos somos chamados a sofrer o martírio; mas todos somos chamados a praticar as virtudes cristãs. A virtude, porém, requer energia; mesmo sem atingir as alturas da fortaleza desta angélica menina, nem por isso obriga menos a um cuidado contínuo e muito atento, que deve ser sempre mantido por nós até o fim da vida. Por isso, semelhante esforço bem pode ser considerado um martírio lento e constante. A isto nos convidam as palavras de Jesus Cristo: O reino dos céus sofre violência, e são os violentos que o conquistam (Mt 11,12). Esforcemo-nos todos por alcançar este objetivo, confiados na graça do céu. Sirva-nos de estímulo a santa virgem e mártir Maria Goretti. Que ela, da mansão celeste, onde goza da felicidade eterna, interceda por nós junto ao divino Redentor, a fim de que todos, nas condições de vida que são as nossas, sigamos os seus gloriosos passos com generosidade, vontade firme e obras de virtude". Se tais recomendações valem para todas as pessoas, mais ainda para o padre, chamado a ser modelo do rebanho. Sejam padres santos, padres castos, fiéis à vida de oração, retos nos propósitos e no procedimento, homens corajosos na virtude! Ideais muito altos? Mas fomos chamados pelo Apóstolo a buscar as coisas do alto! Para o alto e para frente, sem mediocridade, sem relativismos! Homens consagrados, separados por Deus, santificados por Ele.

Enfim, irmãos e irmãs aqui presentes e todos os que nos acompanham através dos meios de comunicação da Arquidiocese de Belém, com a Fundação Nazaré de Comunicação, acolham como propósito de vida, cada qual em sua vocação, as mesmas alturas da santidade.

Por último, mas não menos importante, um pequeno fato: o Papa Pio XII, no dia 24 de junho de 1950, canonizou a adolescente Maria Goretti, quis encontrar-se com a mãe da pequena Virgem e Mártir, presente na Praça de São Pedro. Diante daquela mulher, idosa numa cadeira de rodas, o Papa se inclinou e beijou-lhe as mãos, para testemunhar que a heróica santidade da sua filha tinha suas raízes na santidade não menos heróica da mãe de família. Pais, Mães e familiares dos novos padres. Recebam meu abraço e o carinho da Igreja porque vocês são responsáveis pelos padres que entregam à Igreja de Belém e consagramos ao serviço do povo de Deus. Que muitas outras famílias tenham a alegria que resplandece hoje no coração de vocês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nossa Área de Jurisdição Paroquial

Nossa Área de Jurisdição Paroquial

Nosso Sistema

Nosso Sistema

Seja Dizimista de nossa Paróquia!

Seja Dizimista de nossa Paróquia!