Informações sobre a Paróquia

Arquidiocese de Santa Maria de Belém do Grão Pará
Paróquia Nossa Senhora de Fátima - Santuário de Fátima
CNPJ: 02.537.502/0001-81

Endereço: Rua Antonio Barreto, 2167 - Fatima
CEP: 6606-020 (Belém/PA - Brasil)
Email: santuariodefatimaf.belem@gmail.com
Telefones: (91) 3228-0864 / (91) 3226-0503

Horário de funcionamento para atendimento ao público
De Segunda a Sexta: 8h00 às 12h00 / 14h00 às 18h00
Sábado: 8h00 às 12h00

Santa Missa
Domingo: 6h45, 8h30, 17h30 e 19h30
Segunda a Sexta: 18h30
Sábado: 17h30

Pároco: Mons. Raimundo Possidônio Carrera da Mata
Vigário: Pe. Márcio José Sousa Motta

Páginas

█║▌│█│║▌║││█║▌║▌│║▌│█

© BlOG OFICIAL ®

CONVITE - JANTAR

Jantar dedicado às mães
# Festividade de Fátima 2013

Data: 10 de maio - Sexta feira

Hora: A partir das 20h00

Local: Fátima Recepções & Eventos

Valor da cartela: R$ 30,00

Cardápio: Filé, Camarão ou Peru

Atração musical: Ivana e kassio


Visitantes pelo mundo

AVISOS PAROQUIAIS

TERÇO DE RUA (CONTINUAÇÃO)
Dias: 27 e 28 de abril de 2013 - Sábado/Domingo
Hora: 19h30
Locais: Setores de Missão V e VI


SANTA MISSA E RETORNO DAS IMAGENS DE N. SRA. DE FÁTIMA - PEREGRINAÇÕES NAS FAMÍLIAS
Dia: 28 de abril de 2013 - Domingo
Hora: 17h30
Local: Santuário de Fátima


CELEBRAÇÕES PENITENCIAIS
Dias: 29 e 30 de abril de 2013 - Segunda/Terça
Hora: De 18h30 às 21h30
Local: Santuário de Fátima


FESTIVIDADE DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA 2013
DE 01 A 13 DE MAIO
"No ano da Fé: Quereis oferecer-vos a Deus?"

Cerimônia de Abertura dos festejos - 01 de maio
-17h00: Hasteamento das bandeiras do Brasil, Pará e Portugal na Praça do Santuário

-17h30: Procissão de Abertura

-19h00 (Aprox.): Santa Missa Solene presidida por Dom Vicente Zico, Arcebispo Emérito de Belém/PA.






Fonte: Calendário Paroquial 2013

Liturgia Diária - Leituras Bíblicas

terça-feira, 10 de abril de 2012

Proclamação da Páscoa


Precônio Pascal 

1. Exulte o céu, e os anjos triunfantes,
Mensageiros de Deus desçam cantan-do.
Façam soar trombetas fulgurantes,
A vitória de um Rei anunciado

2. Alegre-se também a terra amiga,
Que em meio a tantas luzes resplande-ce!
E, vendo dissipar-se a treva antiga,
Ao sol do eterno Rei brilha e se aquece.

3. Que a Mãe Igreja alegre-se igual-mente,
Erguendo as velas deste fogo novo,
E escutem reboando de repente,
O aleluia cantado pelo povo.

Solo: O Senhor esteja convosco.
Resp: Ele está no meio de nós.

Solo: Corações ao alto.
Resp: O nosso coração está em Deus.

Solo: Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
Resp: É nosso dever e nossa salva-ção.

a) Solo: Sim, verdadeiramente é bom e justo,
Cantar ao Pai de todo coração,
E celebrar seu Filho: Jesus Cristo,
Tornado para nós um novo Adão.

b) Foi ele quem pagou do outro a culpa,
Quando por nós à morte se entregou,
Para apagar o antigo documento,
Na cruz todo o seu sangue derramou.

Resp: Ó noite de alegria verdadeira,
Que une de novo o céu e a terra in-teira!

a) Pois eis agora a Páscoa, nossa festa,
Em que o real Cordeiro se imolou:
Marcando nossas portas, nossas almas,
Com seu divino sangue nos salvou.

b) Esta é, Senhor, a noite em que do Egito,
Retirastes os filhos de Israel,
Transpondo o mar Vermelho a pé en-xuto,
Rumo à terra onde correm leite e mel.

Resp: Ó noite de alegria verdadeira,
Que une de novo o céu e a terra in-teira!

a) Ó noite em que a coluna luminosa,
As trevas do pecado dissipou,
E aos que crêem no Cristo em toda a terra,
Em novo povo eleito congregou!

b) Ó noite em que Jesus rompeu o in-ferno,
Ao ressurgir da morte vencedor:
De que nos valeria ter nascido,
Se não nos resgatasse em seu amor?

Resp: Ó noite de alegria verdadeira,
Que une de novo o céu e a terra in-teira!

a) Ó Deus, quão estupenda caridade,
Vemos no vosso gesto fulgurar:
Não hesitais em dar o próprio filho,
Para a culpa dos servos resgatar.

b) Ó pecado de Adão indispensável,
Pois o Cristo o dissolve em seu amor;
Ó culpa tão feliz que há merecido
A graça de um tão grande Redentor!

Resp: Ó noite de alegria verdadeira,
Que une de novo o céu e a terra in-teira!

a) Só tu, noite feliz, soubeste a hora,
Em que o Cristo da morte ressurgia;
E é por isso que de ti foi escrito:
A noite será luz para o meu dia!

b) Pois esta noite lava todo crime,
Liberta o pecador dos seus grilhões;
Dissipa o ódio e dobra os poderosos,
Enche de luz e paz os corações.

Resp: Ó noite de alegria verdadeira,
Que une de novo o céu e a terra in-teira!

a) Ó noite de alegria verdadeira,
Que prostra o Faraó e ergue os he-breus,
Que une de novo ao céu a terra inteira,
Pondo na treva humana a luz de Deus.

b) Na graça desta noite o vosso povo,
Acende um sacrifício de louvor;
Acolhei, ó Pai santo, o fogo novo:
Não perde, ao dividir-se, o seu fulgor.

Resp: Ó noite de alegria verdadeira,
Que une de novo o céu e a terra in-teira!

a) Cera virgem de abelha generosa,
Ao Cristo ressurgido trouxe a luz:
Eis de novo a coluna luminosa,
Que o vosso povo para o céu conduz.

b) O círio que acendeu as nossas velas,
Possa esta noite toda fulgurar;
Misture sua luz à das estrelas,
Cintile quando o dia despontar.

Resp: Ó noite de alegria verdadeira,
Que une de novo o céu e a terra in-teira!

a) Que ele possa agradar-vos como o Filho,
Que triunfou da morte e vence o mal:
Deus, que a todos acende no seu brilho,
E um dia voltará, sol triunfal.
Todos: Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nossa Área de Jurisdição Paroquial

Nossa Área de Jurisdição Paroquial

Nosso Sistema

Nosso Sistema

Seja Dizimista de nossa Paróquia!

Seja Dizimista de nossa Paróquia!